Suárez fala sobre Messi, Sergio Ramos e o "El Clásico" contra o Real Madrid





Luis Suárez deu uma bela entrevista hoje, e falou sobre diversos assuntos, como  a situação de Messi, Sergio Ramos e os efeitos do Clássico do próximo Sábado, em geral. O jogador disse que não sabe se o argentino irá jogar ou não, mas que seria fundamental que atuasse. Também falou que não considera o jogo uma final antecipada e que nenhum jogador do Barcelona irá se aproveitar da lesão no ombro de Sergio Ramos.


"A situação muda muito porque Messi é Capaz de fazer a diferença em qualquer partida, especialmente nas mais complicadas.  Esperamos que ele jogue, mas está nas mãos dos médicos, veremos o que vai acontecer. No momento, não sabemos nada sobre o assunto", disse o Pistoleiro. “Messi é o melhor do mundo e Neymar vem logo atrás, é o segundo melhor”, continuou .  


Sobre as vaias no Bernabeú, Suárez disse, que não se incomoda: "As vaias te motivam, te fazem mostrar que é profissional e quer dar a vitória ao seu time".

Suárez também amenizou a importância do "El Clásico" em termos de classificação, dizendo que o jogo do próximo sábado, contra o Real Madrid, não é uma final antecipada da Liga: "Não acredito que o clássico seja uma final antecipada de la Liga, seja qual for o resultado. O caminho para conquistar la Liga é muito grande e difícil para se decidir em um jogo só. Além disto, o Atlético também está na disputa, e pode ser o Campeão", ponderou.


Sobre a memória que ele tem dos "Clásicos", como espectador, Suárez lembrou de vários jogos emblemáticos. "Recordo os gols de Ronaldinho, o 5x0 que eu vi no Camp Nou, os Clássicos da Champions... Eram jogos que eu disfrutava pelo futebol que se observava. Dentro do campo, a emoção é ainda maior", contou.

Sobre Sergio Ramos e a lesão do espanhol no ombro, sofrida no jogo contra o Sevilla, ele diz que não vê problemas que o jogador possa atuar infiltrado: "Não vamos a tentar afetar o ombro do Ramos, como eles não buscarão acertar a perna do Messi. Na verdade, somos todos companheiros de trabalho. Ninguém quer fazer mal para o outro. Se jogar infiltrado, ele irá sentir dor, mas ocorrerá tudo normal. O Real tem grandes jogadores, será uma partida difícil", concluiu.
Tecnologia do Blogger.