Resumão do Final de Semana no Futebol Europeu





Neste final de semana,  tivemos vários clássicos pelo Velho Continente, naquele que foi provavelmente o final de semana mais aguardado do ano de 2015. Recordes, atuações memoráveis surpresas e muitos gols, marcaram os últimos dias antes da parada para a data FIFA.



Ibrahimovic se tornou o maior artilheiro da história do PSG



Zlatan Ibrahimović marcou duas veze na vitória de 2x1 do PSG sobre o Olimpique de Marselha no no Classique, e ultrapassou Pauleta como o maior artilheiro da história do Paris Saint-Germain, com impressionantes 110 gols.  Michy Batshuayi descontou para o OM, e Kevin Trapp ainda defendeu uma cobrança de pênalti de Abdelaziz Barrada.


No Clássico da Eredivisie, deu PSV





Gaston Pereiro marcou duas vezes na sua estréia sua estreia como titular pelo PSV, e o atual campeão tirou a invencibilidade do líder Ajax na Holanda. O uruguaio abriu o placar aos sete minutos para a equipe da Phliphs, mas Amin Younes pouco depois para os tetracampeões europeus. No finalzinho, Pereiro marcou de novo e deu a vitória aos campeões da Europa de 1988.


Na Bundesliga, Bayern passa por cima do Borussia Dortmund






Se havia alguma dúvida sobre o inédito tetracampeonato alemão do Bayern, ela parece ter acabado neste Domingo no "Der Klassiker". Com uma atuação avassaladora, o gigante da Baviera goleou o até então invicto Borussia Dortmund por 5x1 na Allianz Arena, e dá a sensação que ainda na oitava rodada a Bundesliga está decidida. Lewandowski e Thomas Müller formam um ataque de "Killers". É incrível a simbiose que a dupla tem com as redes, e ela só foi  ampliada com a chegada de um imparável Douglas Costa, a recuperação de um sensacional Thiago Alcântra e uma partida fantástica de Boateng, que jogou como melhor zagueiro do Mundo hoje: limpando a área, ganhando todas por cima e por baixo, liderando o sistema defensivo e dando duas assistências para gol, uma com a perna direita, e outra com a esquerda.





A partida começou equilibrada e disputada, e parecia que assim seria, até os 26 minutos, quando Boateng pifou com um lançamento sensacional Thomas Müller na cara de Bürki. Bastou o atacante passar pelo goleiro  e abrir o placar para os donos da casa. Pouco depois, aos 35, o próprio Müller ampliou, convertendo pênalti cometido por Mkhitaryan em cima de Thiago Alcântara. Aubameyang, ainda teve tempo para descontar no finalzinho da primeira etapa, dando uma esperança pequena aos aurinegros, que morreria logo de cara no começo da etapa final. 


Boateng deu mais um lançamento sensacional, agora para Lewandowski fazer o terceiro do Bayern, antes de se completar um minuto do segundo tempo. Na sequência, Mario Götze se converteria no grande nome da partida: primeiro perdendo uma chance com o gol vazio; depois assistindo com um cruzamento Lewandowski, para o polonês marcar o quarto gol dos anfitriões, e por fim tabelando com Thiago, para ele mesmo marcar o Quinto gol do Bayern. 




Já perdendo de 5x1, o Borussia Dortmund chegou a incomodar o Bayern, mas invariavelmente parou em Neuer. Fica até difícil definir um só destaque em uma equipe que fez uma partida perfeita, e só da a impressão que só perde a Bundesliga para ela mesma, ou para as lesões.






Na Itália, Romantismo pouco é bobagem


O Campeonato Italiano 2015-2016 prometia ser um dos mais equilibrados dos últimos anos, e vai cumprindo as expectativas.

A líder da competição é a Fiorentina, que com gols  de Ilicic, Borja Valero e Verdú, goleou a Atalanta por 3x0, em Florença. Começo sensacional da Viola, que em sete rodadas venceu seis partidas, e começa a realmente sonhar com a taça.

Última campeã, a Juve até saiu perdendo para o Bologna, mas conseguiu a virada, com gols de Alvaro Morata, Paulo Dybala e Sami Khedira. A Internazionale também saiu atrás no seu jogo, mas não teve reversão neste caso: os neruazzurris perderam mesmo para a Sampdoria por 2x1, brecando mais ainda o espetacular começo de temporada.


Com gols de Keita Balde e Djordjevic no finalzinho, a Lazio derrotou o Frosione por 2x0, e subiu para o terceiro lugar da Serie A. Na sequência, aparece a Roma, que fora de casa, venceu o Palermo por 4x2. Alberto Gilardino e Giancarlo Gonzalez fizeram os gols dos anfitriões. Gervinho (2x), Miralem Pjanić e Alessandro Florenzi marcaram para a Loba.


Em quinto lugar vem o Torino, que perdeu por 2x1 para o novato Carpi, que faz uma campanha bem decente por sinal. Já o sexto colocado é o Napoli, que foi ao San Siro e  goleou o Milan por 4x0. Logo aos 13 minutos da etapa inicial, o time napolitano abriu o placar com o brasileiro Allan, mas o massacre veio mesmo é na segunda etapa. Insigne marcou duas vezes, e o brasileiro Rodrigo Ely, contra, fechou a histórica goleada.


Em sétimo lugar no Calcio, aparece o Chievo, que empatou o dérbi de Verona em 1x1 com o Hellas. Mas para o meio da tabela, estão Udinese e Genoa, que também empataram em 1x1. O destaque, mais uma vez foi Di Natale, que aos 37 anos marcou mais um gol para a equipe de Udine. Perotti fez para o Genoa.

Na Inglaterra, Arsenal atropela o United e Aguero faz Repoker em 20 minutos; Chelsea tropeça ais uma vez


Com um início de jogo espetacular, o Arsenal atropelou o Manchester United, vencendo por 3x0. Os Gunners marcaram todos os seus gols nos primeiros 20 minutos, com Alexis Sánchez duas vezes e Mesut Özil.







É o pior começo de temporada do Chelsea desde 1978. Hoje os Blues foram derrotados em casa pelo Southampton por 3x1, se complicando demais na Premier League. Pior do que o resultado, só a atuação.



O golaço de falta de Willian aos 10 minutos foi um fato isolado em um jogo de amplo domínio do Southamtpon. O goleiro Begovic foi o melhor nome do Chelsea evitando um desastre pior.  Steven Davis empatou ainda na primeira etapa. Mané fez o tento da virada na segunda etapa aproveitando erro de Terry, e depois deu a assistência para Graziano Pellè ampliar e fazer o 3x1, dando números finais ao confronto.



O coletivo do Chelsea hoje não funciona, e individualidades, como Terry, Matic, Hazard e Willian não rendem nem metade do que rendiam na temporada passada. A equipe não joga bem contra ninguém, não tem uma cara ou um estilo de jogo. Mourinho parece perdido, e nem se sabe mais se os jogadores obedecem as suas ordens.





O Manchester City não começou bem a partida de hoje contra o Newcastle. Os Citizens até saíram atrás, já que aos 18 minutos, Mitrovic recebeu de Wijnaldum, e de cabeça abriu o marcador para os Magpies. Mas, para quem tem Aguero, um susto não é nada.


Ainda aos 42' da primeira etapa, Kun empatou a partida, dando início a um Show particular. No começo do segundo tempo, Agüero fez impressionantes 2 gols em 2 minutos, dando início a virada, que viraria goleada com um tento de Kevin De Bruyne na sequência. Aos 60' e aos 62', Aguero marcou mais duas vezes, totalizando 5 gols em 20 minutos, e completando a sua tarde dos sonhos.


Agüero se juntou a Alan Shearer, Andy Cole, Jermain Defoe e Dimitar Berbatov a marcarm um repoker na Premier League, desde 1992, quando o Campeonato Inglês passou a ter este nome. E poderia ter sido mais, se o técnico Manuel Pellegrini o tirado de campo logo depois do 5° tento. Sorte do Newcastle que ficou "só" nisto: Manchester City 6x1.



Além da atuação mágica de Agüero, vale destacar também as boas partidas de David Silva, Kevin De Bruyne e do brasileiro Fernandinho (que deu a assistência para Aguero marcar o gol do empate).


Barcelona parou no Sevilla e na falta de Sorte



A sequência de jogos começou ainda na manhã brasileira, já na tarde da Europa. Sem Messi e Iniesta, o Barcelona passou longe de uma atuação desastrosa contra o Sevilla no Sanchez Pizjuan, mas parou no goleiro Rico, na trave e na falta de pontaria, e caiu por 2x1 diante dos andaluzes. É a segunda derrota seguida do Barcelona fora do Camp Nou.


Em um jogo bem intenso, os comandados de Luis Enrique acertaram três vezes o poste, e tiveram uma certa superioridade na primeira etapa.  Em uma cobrança de falta de Neymar, a bola chegou a bater no poste e correr na linha, mas Piqué perdeu a chance de colocar para dentro. Suárez, com um chutaço, chegou a acertar o travessão, mas a bola teimava em não entrar.


Na segunda etapa, o Sevilla retornou ao Campo com força total, logo abriu 2x0, gols de Krohn-Dehli e Iborra. A partir daí, Neymar começou um duelo particular com o goleirão do Sevilla Sergio Rico, mas só o venceu convertendo uma cobrança de pênalti, cometido por Tremoulinas.



No fim Sandro até chegou a meter mais uma bola na trave. Definitivamente, não era o dia do Barça, que amarga mais uma derrota e seca o Real Madrid no Domingo.


Com Navas brilhando, Dérbi de Madrid Termina empatado

Pela maneira como o dérbi de Madrid se desenrolou, da para dizer que Diego Simeone ganhou um ponto para o Atlético e Rafa Benítez perdeu dois pontos para o Real. Se os merengues abriram o marcador logo no início da partida e controlaram bem o jogo por boa parte, muito se deve a Benzema. Foi ele quem marcou o gol dos visitantes hoje no Calderón, e incomodou demais a defensiva Colchonera, mas mesmo assim foi sacado por Benítez mais uma vez, enquanto Cristiano Ronaldo, mesmo apagado, seguiu em campo. Do lado Colchonero, Cholo Simeone mandou ao campo quando estava perdendo Vietto, Jackson Martínez e Carrasco, mudando a história. da partida.

Se o 1x1 teve muito de Benítez e Simeone, também teve muito do goleiro costa-riquenho do Real Madrid, Keylor Navas.. Ele defendeu um pênalti cobrado por Griezmann (Que Sergio Ramos cometeu em Thiago), e ainda parou um arremate de Jackson Martínez, já no finalzinho do encontro. Keylor só não conseguiu parar o gol de Vietto, que marcou de dentro da pequena área, após boa jogada de Jackson. O resultado impede o Real de assumir a liderança de La Liga e o Atlético de entrar na zona de classificação. para a Champions League.

Em Portugal, Benfica tem jogo suspenso e Porto goleia


Na Liga Sagres, o Porto goleou por 4x0 o Belenenses. Grande partida do Dragão, especialmente por pate de Jesús Corona e Brahimi.  Já o Benfica teve seu jogo contra o União adiado, por conta do nevoeiro.
Tecnologia do Blogger.