Liga Europa 2014–2015: mais uma vez, Sevilla é bi

Liga Europa da UEFA de 2014–15
Imagem: UEFA



Liga Europa da UEFA de 2014–15


A Liga Europa da UEFA de 2014–15 foi a sexta edição da competição neste formato e com esse nome. A final foi disputada no Estádio Nacional de Varsóvia e sagrou o Sevilla como Campeão. Esta foi a primeira edição a dar uma vaga ao Campeão na UEFA Champions League, e contou com o famoso gol de letra de Lamela contra o Asteras, ainda na fase de grupos.



Mesmo depois de passar da fase de grupos, muitos não acreditavam no Sevilla contra o forte Borussia Mönchengladbach no primeiro mata-mata, após os andaluzes terem terminado atrás do Feyenoord na fase de grupos. Mas mostrando que sabe jogar o torneio, o time espanhol não deu chances aos potros. O mesmo aconteceu contra o Villareal nas Oitavas de final desta Liga Europa. Mas novamente o time de Unai Emery, atual campeão do torneio,  se impôs e deixou para trás o Submarino Amarelo, fazendo o mesmo contra o Zenit nas quartas, arrancando um empate na Rússia com um gol de Gameiro já no finalzinho da partida, quando o confronto ia para uma prorrogação e os russos pareciam melhores.

Com uma vitória de 2 x 0 em Florença no jogo de volta da semi-final, o Sevilla somou um agregado de 5 x 0 contra a Fiorentina na eliminatória, e seguiu para Varsóvia, onde vai buscar a sua quarta conquista de Copa da UEFA/Liga Europa. Os andaluzes já venceram o torneio nas temporadas 2005/06, 2006/07 e 2013/14.

A decisão seria contra o Dnipro, uma grande surpresa, que havia eliminado o Napoli nas semi-finais. 


A Final


Não foi fácil, mas o Sevilla derrotou o Dnipro por 3 x 2 em uma final eletrizante no Estádio Nacional de Varsóvia, e se sagrou Campeão da Europa League 2014-2015. Foi o segundo título consecutivo do Sevilla no torneio, e o quarto de maneira alternada, tornando assim o clube o maior Campeão da História, deixando para trás  Juventus, Internazionale e Liverpool, que tem três taças. Com a conquista, o Sevilla também se classificou para a fase de grupos da Champions League 2015-2016. O grande nome da partida, foi Carlos Bacca.

O primeiro tempo começou eletrizante. O time andaluz iniciou dominando, mas foi o Dnipro quem saiu na frente, com um gol de Kalinic aos sete minutos de partida. O atacante croata aproveitou um cruzamento do brasileiro Mateus para balançar as redes. A reação do Sevilla foi imediata, e aos 21 minutos, Krychowiak deixou tudo igual. Carlos Baccavirou para o Sevilla aos 31 minutos, mas no finalzinho da primeira etapa, Rotan, cobrando falta, deixou tudo igual novamente.


O segundo tempo teve seu ritmo de jogo reduzido, e o Dnipro acabou recuando um pouco. Com o domínio da posse de bola, o Sevilla martelou, e acabou sendo premiado. Aos 73 minutos, o time andaluz aproveitou uma falha da defesa do time ucraniano, e Bacca não perdoou, garantindo mais uma taça para os espanhóis.


Nos minutos finais, Matheus, do Dnipro, desmaiou, mas recebeu tratamento médico, e logo voltou a passar bem.




















Escalações:

Dnipro: Boyko, Cheberyachko, Fedetskiy, Douglas, Roan, Matos, Kankava (Shakhov 85'), Fedorchuk (Bezus 68'), Konoplyanka, Matheus Nascimento e Kalinić (Seleznyov 78').

Sevilla: Rico, Trémoulinas, Daniel Carriço, Kolodziejczak, M'Bia, Banega (Iborra 89'), Krychowiak, Vidal, Vitolo, Reyes (Coke 59')) e Bacca (Gameiro 82').

Confira os gols do jogo:




Tecnologia do Blogger.