Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História




Milan 5 x 0 Real Madrid - Grandes Jogos da Champions League
No dia 19 de abril de 1989 o Estádio San Siro, em Milão, na Itália, viu um jogo que entraria de vez para a História da UEFA Champions League. O Milan, comandado por Arrigo Sacchi,  e com craques do nível de Mauro Tassotti, Franco Baresi, Paolo Maldini, Frank Rijkaard, Roberto Donadoni, Ruud Gullit e Marco van Basten, aplicava um duro 5 x 0 no Real Madrid de Sanchís, Míchel, Schuster, Gordillo, Butragueño e Hugo Sánchez.

A Liga dos Campeões 1988-1989 se anunciava como uma das mais complicadas de todos os tempos. O MIlan era o atual campeão italiano, e um dos favoritos ao título. Eliminou na competição o búlgaro Vitosha, o sérvio Estrela Vermelha e o alemão Werder Bremen, até encarar o Real Madrid na semi-final. A equipe espanhola era outra das favoritas, e havia passado pelo norueguês Moss, pelo polonês Górnik Zabrze e pelo então atual campeão da Champions, o PSV.
O duelo da ida aconteceu no Estádio Santiago Bernabéu, e terminou empatado em 1 x 1. Sánchez marcou para os merengues, e Van Basten. O placar deixava tudo em aberto para a volta no San Siro. A expectativa era grande para aquele duelo.

O estádio San Siro esperava inflamado pela entrada das duas equipes em campo, e rugiu com o início da partida. Já aos dezesseis minutos, Gullit serviu Ancelotti, que deixou o alemão Schuster na saudade antes de chutar de fora da área, encobrindo o  goleiro merengue Paco Buyo e marcando um Golaço.
O gol foi o necessário para incendiar o Milan, que pressionava o Real em busca do segundo tento, que não demorou para vir. Após Cobrança de escanteio curto por parte de Donadoni, Tassotti cruzou e Rijkaard, subiu alto para ampliar a vantagem do Rossonero.
Gullit, camisa 10, fez o terceiro ainda no primeiro tempo.
No finalzinho do primeiro tempo, Donadoni avançou pela esquerda e cruzou para Gullit, de cabeça fazer o terceiro. A fatura já estava quase liquidava, mas ainda viriam mais dois gols, aliás, golaços, na segunda etapa: Van Basten marcou o quarto, com um chutaço no ângulo, quase tão bonito quanto o de Donadoni, no quinto tento milanista.

O Milan havia passado por cima do poderoso Real Madrid, da famosa quinta del Butre, do Real Madrid multicampeão da Champions. Era o passaporte para a decisão, onde o Rossonero golearia o Steua Bucarest e se sagraria pela terceira vez campeão europeu


Ficha técnica:

Milan 5 x 0 Real Madrid

Escalações:

Milan: Giovanni Galli; Mauro Tassotti, Alessandro Costacurta, Franco Baresi e Paolo Maldini; Angelo Colombo (Filippo Galli), Carlo Ancelotti , Frank Rijkaard e Roberto Donadoni; Ruud Gullit (Paolo Pietro Virdis) e Marco van Basten. Técnico: Arrigo Sacchi.

Real Madrid: Paco Buyo; Ricardo Gallego, Chendo e Manuel Sanchís; Míchel, Bernd Schuster, Francisco Llorente e Rafael Gordillo; Martín Vázquez, Emílio Butragueño e Hugo Sánchez. Técnico: Leo Beenhakker.

Gols: Ancelotti aos 17´, Rijkaard aos 24´, Gullit, aos 45´; Van Basten aos 49', e Donadoni- aos 60´.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top