Guia da Champions League 2015-2016: Real Madrid

Guia da Champions League 2015-2016: Real Madrid


Guia da Champions League 2015-2016: Real Madrid


Se por anos, La Decima foi um mantra no Santiago Bernadeú, a Undecima passará a ser uma obsessão agora. A temporada de carência após a 10 orelhuda já foi dada. Agora, a torcida e o madridismo em geral exigirão aquilo que do Real se espera, pela sua grandeza: títulos.


Se a Liga Espanhola é uma conquista importante, a Champions League hoje é o Santo Graal para todo o grande clube europeu, especialmente o Real, viciado em conquistá-la (os merengues, tem 10 conquistas, enquanto o segundo Maior campeão, o Milan, tem 7). Pensando na retomada das conquistas, o presidente Florentino Pérez fez algumas alterações no período entre temporadas. A principal, foi no comando técnico. Carlo Ancelotti levou o Real á La Decima, mas não convenceu a direção, por alguns motivos. Em especial, não ter montado um time que encantasse pela plasticidade do jogo, por não ter ganha La Liga em duas temporadas na Espanha, e em especial, por não ser espanhol. Motivos (em especial o último) que fizeram Rafa Benítez ser contratado como o novo comandante merengue.



Com Benítez, o Real Madrid tenta repetir a fórmula de sucesso do time dos galáticos treinado por Vicente del Bosque no começo do Século: um técnico nacional, comandando um elenco de estrelas internacionais. Nesta temporada, o Real não sofrerá com os efeitos de ser o atual campeão europeu, e consequentemente, ser o time mais visado, desgastado pelo excesso de jogos e que sofre pelo natural relaxamento pós titulo. Rafa terá melhores condições para trabalhar, o que não quer dizer menor pressão.

Além da mudança no comando técnico, reforços também desembarcaram no Bernadeú. O primeiro foi o lateral-direito brasileiro Danilo, contratado antes do final da temporada passada junto ao Porto. Retornaram ao Real nesta janela Casemiro, Cherysev e Lucas Vazquez, e o clube ainda contratou o meia Mateo Kovacic e o goleiro Kiko Casilla. Para substituir a lenda Iker Casillas, que foi para o Porto, o Real gostaria de contar De Gea do Manchester United, mas o goleiro acabou não chegando ao clube ainda, depois de uma confusão no último dia da janela. Com isto, caberá ao excelente Keylor Navas a missão de proteger a meta do maior campeão da Europa.

A grande arma do Real Madrid, é o seu meio-campo, e ao mesmo tempo, a grande preocupação. O setor é extremamente forte, contando com nomes como Toni Kroos, Isco, Modric e James, mas a condição física de cada um é que preocupa. A queda do Real na temporada passada veio logo após as lesões de James, e especialmente, de Modric. Na mesma época, Kroos parecia um zumbi em campo de tão cansado. Kovacic chegou com a missão de ser o cara, ao lado de Isco, para dar descanso aos meias, e eventualmente, em caso de lesão, substituí-los.

No ataque, além de Bale, o Real só conta com Benzema, Jesé e Cristiano Ronaldo, como atacantes mais agudos. A condição física do francês e especialmente do português, também preocupam. Ronaldo teve uma certa queda no final da temporada passada, não fez uma boa pré-temporada, e não marcou nos dois jogos das duas primeiras rodadas do Campeonato Espanhol 2015-2016. É uma incógnita se o gajo ainda tem condições de jogar tantos jogos em uma temporada. Ronaldo é um cara fanático pelo jogo, e que quer sempre estar em campo, batendo recordes e aumentando suas marcas. Este excesso de vontade pode acabar sendo em algum momento prejudicial, especialmente agora, que passou dos 30 anos.

O Real Madrid não deverá ter problemas para passar de fase neste grupo A da UEFA Champions League, devendo apenas disputar a primeira colocação da chave com o Paris Saint-Germain. A partir das oitavas, as circunstâncias do decorrer da temporada e os sorteios dirão muito sobre o futuro da clube na competição, mas pelo elenco e tradição, da para cravar que o Real Madrid é candidato ao título da UEFA Champions League 2015-2016, e não chegar ao menos em uma semi-final, seria decepcionante.

Time-base: Navas; Danilo, Sergio Ramos, Pepe, Marcelo; Kroos, Modric, James Rodríguez; Bale, Benzema, Cristiano Ronaldo. Técnico: Rafael Benítez.






No Mercado:






Vem:

Mateo Kovacic (Internazionale).
Danilo (Porto).
Kiko Casilla (Espanyol).
Casemiro (Porto)
Lucas Vázquez (Espanyol)

Marco Asensio (Mallorca).
Denis Cheryshev (Villarreal). 


Vai:

Iker Casillas (Porto).
Sami Khedira (Juventus)

Chicharito Hernández (Manchester United)
Marco Asensio (Espanyol)
Alvaro Medrán (Getafe)
Diego Llorente (Rayo Vallecano) 
José Rodríguez (Galatasaray) 


Lista de Inscritos para a Champions League 2015/2016:




Tecnologia do Blogger.