Guia da Champions League 2015-2016: Juventus



Manchester City x Juventus - UEFA Champions League 2015/16 - Data, Horário e TV

Guia da Champions League 2015-2016: Juventus


No começo da edução passada, era praticamente impossível prever que a Juventus chegaria na final da UEFA Champions League. E o time chegou, deixando para trás o Real Madrid na semifinal e encarando bem o Barcelona em Berlim, apesar da derrota. A página foi virada, e o elenco bianconero passou por uma certa reformulação na Offseason, fazendo parecer difícil uma campanha tão boa nesta UCL como a da última temporada. Mas, como menosprezar esta senhora!

Depois da saída de Tevez, Pirlo e Vidal, a Juventude não começou a temporada legal. Nos dois primeiros jogos do Campeonato Italiano foram duas derrotas para Udinese e Roma, algo surpreendente para quem vinha dominando o Calcio na Bota.

O apache Tevez, melhor jogador da equipe na temporada passada, retornou ao Boca Juniors, e para substituí-lo de maneira direta e imediata, vieram Dybala e Mandzukic. O grande problema, é que o primeiros apesar de muito talento, não tem a experiência de Tevez, e o segundo, passa longe de ter a qualidade de Carlitos. Até que este novo ataque se afirme, a Juve corre o risco de passar pelo mesmo problema da temporada 2012/2013: a inoperância ofensiva. Para piorar, Morata começa a temporada lesionado.


Para substituir Pirlo e Vidal vieram Hernanes e Khedira. O profeta é sem dúvida um excelente reforço, mas não tem a categoria do maestro, e Khedira vem de duas temporadas envolto a lesões e recuperações. Menos mal que Pogba não foi vendido, Marchisio voltou a jogar bem, Pereyra foi contratado em definitivo, e como uma nova alternativa tática, Cuadrado foi trazido por empréstimo junto ao Chelsea.

A defesa, ao menos segue intacta. Chiellini, Bonucci e Barzagli ainda estão prontos para seguir formando um dos melhores trios (ou duplas, se for o caso), de zagueiros do planeta. A segurança de Giggi Buffon também prossegue na meta, e para as alas/laterais, veio o excelente Alex Sandro, ex-Porto.

Resumindo a Juventus segue com um elenco forte, e o técnico assimilam o Allegro precisará de tempo para remontar a equipe, que pode sim seguir sendo competitiva. Em teoria, o clube briga com Manchester City e Sevilla pelas duas vagas do grupo D desta UCL, estando atrás dos Citizens e um poucos a frente dos andaluzes, pelo fator camisa especialmente. Não da para esquecer que chave ainda tem o Borussia Monchengladbach, que pode ser o fiel da balança no fim das contas.
Time-base:



No Mercado: Buffon; Lichtsteiner, Bonucci, Chiellini, Alex Sandro; Hernanes, Marchisio, Pogba; Cuadrado, Mandzukic, Dybala. Técnico: Massimiliano Allegri.







Vem:


Paulo Dybala (Palermo).
Mario Mandzukic (Atletico de Madrid).
Juan Cuadrado (Chelsea)
Sami Khedira (Real Madrid) 
Alex Sandro (Porto).
Neto (Fiorentina).
Simone Zaza (Sassoulo).
Roberto Pereyra (Udinese)
Daniele Rugani (Empoli) 
Mauritius (Queens Park Rangers)
Guido Vadala (Boca)
Alberto Cerri (Parma) 
Hernanes (Internazionale)
Vai:

Carlos Tevez (Boca).
Andrea Pirlo (New York City).
Arturo Vidal (Bayern de Munique).
Fernando Llorente (Sevilla) 
Angelo Ogbonna (West Ham).
Marco Storari (Cagliari).
Federico Mattiello (Chievo)
Alessandro Matri (Milan) 
Romulus (Hellas Verona)
Simone Pepe (Chievo Verona).
Luca Marrone (Carpi)
Frederik Sorensen  (Colonia)
Nicola Leali (Frosinone)
Andres Tello (Cagliari)

Lista de inscritos para a Champions League 2015/2016:

Link permanente da imagem incorporada
Tecnologia do Blogger.