Em jogo histórico, Bayern derrota o Hoffenheim, com o brilho de Douglas Costa.




O Bayern de Munique sofreu gol relâmpago do Hoffenhein, perdeu Benatia lesionado, teve Boateng expulso em lance que gerou um pênalti contra, terminou a partida com Rafinha, Xabi Alonso e Alaba na zaga .... mas mesmo assim, venceu por 2x1!


O jogo de hoje entrou para a história logo aos 8 segundos. Kevin Volland aproveitou um erro defensivo do Bayern e balançou as redes de Manuel Neuer, marcando assim o gol mais rápido da história da Bundesliga. Só aos 41 minutos de jogo, Thomas Muller pegou um rebote do goleiro, após arremate de Douglas Costa, e empatou.

Na segunda etapa, Benatia saiu de campo machucado, e Boateng, após cometer uma falta, e logo na sequência um pênalti, foi expulso pelo segundo amarelo. Na penalidade, o Hoffenhein teve a chance de recuperar a dianteira do marcador, mas Polanski desperdiçou. 


Aos 89 minutos de partida, o melhor homem em campo, Douglas Costa, fez grande jogada pela direita, e serviu Lewandowski, que não perdoou, dando a vitória ao Bayern. Veloz,  vertical e objetivo, Douglas Costa é o retrato do que Pep Guardiola gosta de ver em um jogador. E hoje ele foi o espírito de um Bayern fiel aos valores de seu técnico. Mesmo nos momentos de maior adversidade, o Bayern nunca se intimidou, e como o Gigante que é, foi recompensado com o triunfo.

Confira abaixo os gols:





Tecnologia do Blogger.