Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História

Copa dos Campeões 1960-1961: O primeiro título do Benfica
Copa dos Campeões 1960-1961: O primeiro título do Benfica



Copa dos Campeões 1960-1961: O primeiro título do Benfica



Já imaginou um Real Madrid x Barcelona logo na primeira fase da Liga dos Campeões? Pois é, isto aconteceu na temporada 1960-1961. Logo após o Barça eliminar os belgas do Lierse na fase preliminar, tivemos um enfrentamento em que Culés e merengues buscavam estabelecer-se como a força dominante no futebol europeu. O Real era pentacampeão da Europa, e havia ganho todas as edições já realizadas da Copa dos Campeões. Comandado pelo iugoslavo Ljubisa Brocic, o Barcelona conseguiu algo que até então nenhuma outra equipe havia feito: eliminar os merengues do maior certame da Europa.

Após um empate em 2 a 2 em Madrid (gols de Mateos e Gento para o Real, e Luis Suarez marcando duas vzees para o Barça), a equipe catalão saiu vencedora no confronto em que era mandante, vencendo por 2 a 1 (gols de Evaristo e Vergés para o Barça).













Um dos favoritos ao título, o Stade de Reims, também caiu logo na primeira fase, sendo eliminado pelo Burnley. O Benfica, treinado por Béla Guttmann, após eliminar os escoceses do Hearts na primeira fase (com agregado de 5 a 1, vencendo por 2 a 1 em casa e 3 a 0 em Portugal), tirou os húngaros do Újpesti Dózsa do caminho na fase seguinte, após vencer por 6 a 2 em Portugal e perder por 2 a 1 no Leste da Europa.


Nas quartas-de-final, o Barcelona não teve problemas para eliminar o Spartak Hradec (5 a 1 no agregado). O Benfica aplicou um sonoro 7 a 2 no agregado sobre o Aarhus (vitória por 4 a 1 na Escandinávia e por 3 a 1 em Portugal). De resto, nesta etapa, o Rapid Vienna, com duas vitórias por 2 a 0 sobre o Malmo, eliminou o suecos, e o Burnley, com um agregado de 5 a 4, acabou eliminado pelo Hamburgo. 


Nas semi-finais, o Barcelona eliminou o Hamburgo, após empate em 2 a 2 no agregado e classificação blaugrana no saldo de gols qualificado. Na outra perna, Benfica eliminou o Rapid Viena com mais tranquilidade: vitória por 3 a 0 em Portugal e empate em 1 a 1 na Áustria.















Barcelona x Hamburgo



A Final, tinha tudo para ser um jogaço. Era o Barcelona, dos húngaros Kubala, Kocsis e Czibor e do espanhol Luiz Suárez, contra o espetacular Benfica. Mais do que isto, o jogo foi franco, e bem disputado. Um espetáculo de futebol para o público presente no Estádio Wankdorf, em Berna na Suíça.

Kocsis abriu o placar para o Barcelona, aos 20 minutos de jogo. Pouco mais de 10 minutos depois, José Águas empatou. Em seguida, o goleiro Ramallets, do Barcelona, marcou contra, colocando o Benfica na frente do marcador. Aos 10 minutos do segundo tempo, Coluna fez o terceiro das águias. Czibor até descontou para o Barcelona, mas não teve jeito. O Benfica se tornava campeão europeu pela primeira vez em sua história.


Ficha Técnica


Copa dos Campeões 1960-1961 - Final

Benfica  3 X 2 Barcelona

Escalações:



Benfica: Pereira, Joao, Germano, Angelo, Neto, Cruz, Jose Augusto, Santana, Aguas , Coluna, Cavem

Barcelona: Ramallets , Foncho, Garay, Gracia, Verges, Gensana, Kubala, Suarez, Evaristo, Kocsis, Czibor


Gols: Águas , Ramallets - contra  -  e Coluna (Benfica); Kocsis e Czibor ( Barcelona )

Local: Estádio Wankdorf, Berna, Suíça

Vídeo da Partida:


 

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top