Milan x Internazionale: A História do Derby Della Madonnina




Milan x Internazionale: A História do Derby Della Madonnina


Sem dúvidas, o duelo entre equipes da mesma cidade que gerava a maior expectativa para o público do futebol Internacional na Década de 1990 e no começo dos anos 2000 era o que colocava frente a frente Internazionale e Milan, que fazem o Clássico de Milão, o famoso Derby Della Madonnina.


O Jogo reunia dois dos maiores clubes do Mundo, dois dos melhores times do Mundo e um monte de Craques. Ronaldo, Ronaldinho, Marco van Basten, Gullit, Mattaüs, Kaká, Zanetti, Pirlo, Nesta, Maldini e Ibrahimovic foram só alguns dos que passaram pelo confronto em tempos recentes, e deixaram ou vão deixar saudades depois de largarem os gramados.

Os tempos hoje são outros, a Itália não é mais o grande centro do futebol Europeu, embora muitos lá ainda creiam nisto. Mas, o clássico ainda merece muita atenção, dado a grife e a história que carrega. E é sobre esta história que nós vamos falar agora.


Geralmente, todo o Dérbi tem uma aura distinta de qualquer outra partida entre clubes. Na Itália, onde a magia e a paixão são quase sempre duplicadas, este sentimento cresce ainda mais. Muito por isto, as rivalidades locais na bota são tão acentuadas. Temos o Derby della Mole (Juventus x Torino), Derby della Capitale (Roma x Lazio), Derby D'Italia entre Internazionale e Juventus, e m confronto sem nome marcante, mas de muita rivalidade, no caso, Milan e Juventus, mas o pai de todos os Derbis italianos é mesmo o Derby Della Madonnina entre os dois clubes de Milão, Internazionale e Milan.



O Milan foi fundado em 1899, por ingleses e suíços, como uma associação de Criquete e Futebol. Após um racha interno no clube, dissidentes fundaram outra agremiação na Cidade: a Internazionale. No começo, o Milan foi relacionado aos mais desfavorecidos e a classe operária, enquanto a Internazionale virou o time da elite e da classe média. Hoje, no entanto, é impraticável falar nesta divisão, dada a internacionalização das duas equipes.

O primeiro encontro entre os clubes aconteceu no dia dia 10 de janeiro de 1909, e teve vitória dos milanistas por 2 x 1. O que se viu anos depois, no entanto, foi um período de dominação da Inter, especialmente na época de Giuseppe Meazza. Ele jogou nos três maiores clubes italianos (Internazionale, Milan, e Juventus), mas foi na Inter que viveu seu melhor momento. Lá, ele venceu três campeonatos italianos, os três primeiros nacionais da Inter. Marcou 243 gols em 365 partidas. Meazza dá o nome ao estádio principal de Milão quando os nerazzurris jogam como mandantes, enquanto quando o Milan joga, o estádio é chamado de San Siro.



Após a segunda Guerra Mundial, o equilíbrio retornou ao Dérbi. A década de 60 foi marcada por dois grandes ídolos vestindo a camisa dos dois clubes:  Sandro Mazzola na Internazionale e Gianni Rivera no Milan. Dois dos maiores futebolistas da História da Itália, mas que por conta da rivalidade, pouco atuaram juntos na seleção.


Mas a era da consolidação Internacional se deu mesmo foi no final dos anos 80 e nos anos 90. Época da famosa Inter dos alemães, e do Milan dos Holandeses. Era também o começo de uma era de ouro Rossonera, onde títulos e mais títulos iriam para o San Siro, enquanto a Inter viveria uma seca de Scudettos que duraria por muito tempo. O Milan não obteve sucesso apenas em solo Nacional, mas também na Europa: Faturou cinco vezes a Champions League entre 1989 e 2007, além das conquistas da Copa Intercontinental/Mundial Interclubes.
A era Rossonera duraria até 2006, quando estourou o Calciopoli. Com a Juventus rebaixada e o Milan debilitado por conta do envolvimento de ambos com escândalos de manipulação de resultados, os Neruazzuris dominariam o futebol Italiano por um bom tempo, ficando com o título italiano em cinco temporadas consecutivas, entre 2006 e 2010. Em 2010, aliás, a Internazionale se converteu no primeiro clube italiano e no sexto clube europeu a conquistar a tríplice Coroa, após vencer a Serie A 2009-10, a Copa da Itália 2009-10 e a Liga dos Campeões 2009-10.

A cidade de Milão é a única da Europa que tem dois times campeões da UEFA Champions League, até o momento. O Milan tem 7 títulos da Liga dos Campeões, e a Internazionale tem somente 3. Duas vezes os clubes milanistas se encontraram  na UEFA Champions League, com o Milan levando a melhor nas duas. A primeira foi na Semi-final da temporada 2002-2003, e a segunda nas quartas de final da temporada 2004-2005.

Os jogadores com mais atuações no Derby Della Madonnina são Paolo Maldini, por parte do Milan (56 jogos) e Javier Zanetti e Giuseppe Bergomi (44 jogos cada) pelo lado da Internazionale.


Os Vira-casaca


Jogadores que jogaram por ambas as equipes
Atletas que saíram do Milan para a Internazionale

1912: Luigi Cevenini
1960: Lorenzo Buffon - Passou antes pelo Genoa
1982: Fulvio Collovati
1998: Roberto Baggio - Passou antes pelo  Bologna
1999: Christian Panucci - Passou antes pelo  Real Madrid
2000: Cristian Brocchi - Passou antes pelo  Pro Sesto, Lumezzane, e pelo Verona
2001: Dražen Brnčić
2001: Andrés Guglielminpietro
2001: Francesco Toldo - Passou antes pelo Verona, Trento, Ravenna e pela Fiorentina
2002: Francesco Coco
2002: Ümit Davala
2003: Thomas Helveg
2004: Edgar Davids - Passou antes pelo  Juventus e pelo Barcelona
2006: Patrick Vieira - Passou antes pelo  Arsenal e pela Juventus

Atletas que jogaram no Milan, depois de passar pela Inter:

1940: Giuseppe Meazza - Voltou para a Internazionale em 1946 depois de passar por Juventus, Varese, e Atalanta
1974: Aldo Bet - Passou antes pela Roma e pelo Verona
1982: Aldo Serena
1998: Maurizio Ganz
1999: Taribo Oeste
2001: Andrea Pirlo
2002: Clarence Seedorf
2002: Dario Šimić
2004: Hernán Crespo (pertencia ao Chelsea, mas foi emprestado para o Milan e depois atuou na Inter)
2005: Christian Vieri
2006: Giuseppe Favalli
2007: Ronaldo - Passou antes pelo  Real Madrid
2010: Mancini - Jogou no Milan emprestado pela Internazionale
2010: Zlatan Ibrahimović - Passou antes pelo  Barcelona

Técnicos que treinaram as duas Equipes

József  Viola
Giuseppe Bigogno
Luigi Radice
Ilario Castagner
Giovanni Trapattoni
Alberto Zaccheroni
Leonardo










Tecnologia do Blogger.