Últimas notícias

Últimas notícias

Grandes Times

Rivalidades

História



A Liga dos Campeões é o grande torneio de Clubes do Futebol Mundial. É o palco perfeito para os grandes clubes e os grandes craques brilharem, apoiados por suas fanáticas torcidas. E se tem um país, onde as torcidas são realmente fanáticas, é na Turquia. O país que serve como portal do Ocidente para o Oriente já teve dois representantes nas quartas de final da UEFA Champions League: O Galatasaray em 2013 e o Fenerbahçe em 2008. E é sobre esta campanha do Fenerbahçe, que nós falaremos hoje.

Não há como falar daquele inesquecível time dos Sari Kanaryalar (Canários Amarelos), sem falar de dois dos maiores camisas 10 da História do Futebol brasileiro: Zico e Alex. O primeiro comandava a equipe na casamata, e talvez em Istambul tenha vivido o melhor momento da sua carreira como técnico. Já o segundo, é Alex, ou Alex de Souza, para os turcos. Se Alex fez História aqui no Brasil com as camisas de Coritiba, Palmeiras e Cruzeiro, na Europa ele brilhou foi pelo Fenerbahçe. Para muitos, ele é o maior jogador da História do Gigante turco, e de certo marcou uma era no Clube, tanto que tem uma estátua em frente ao Estádio Sükrü Saraçoglu.

O time falava português com os pés. Não só porque o time era liderado por Alex, mas também porque se via brazucas em todos os setores. O goleiro era local, Volkan Demirel, mas a sua frente, defendiam a zaga Edu Dracena e Lugano, um uruguaio com raízes fortes no nosso país. Na lateral-esquerda, Roberto Carlos, após sair do Real Madrid, mostrou que ainda tinha lenha para queimar. Na outra lateral, jogava um genérico “Cafu Turco”: Gökhan Gönül, que ganhou o apelido pela semelhança com o capitão do tetra no jeito de atuar.


Se Alex era a criação no meio, a  raça ficava por conta de Marcos Aurélio, brasileiro que na Turquia virou Mehmet Aurélio. Algo parecido com o que aconteceu com o inglês/turco Kazim-Richards, outro ídolo da torcida. Na frente, ao lado do sérvio Mateja Kezman, atuava Deivid, o artilheiro dos gols perdidos.

O Fenerbahçe foi espetacular na Liga Turca 2006-2007, somando nove pontos a mais do que o vice-campeão Besiktas e 14 em relação ao seu maior rival, o Galatasaray. Com o título, os Canários se classificaram para a Champions League 2007-2008, onde dividiram a mesma chave com PSV, CSKA Moscou e Internazionale, todos rivais de peso e com títulos da Liga dos Campeões e/ou da Copa da UEFA. Não era uma chave fácil, mas mesmo assim o Fener garantiu a classificação, passando em segundo, atrás da Inter. O grande momento desta fase de grupos foi a vitória por 1x0 sobre a Inter de Julio César, Samuel, Zanetti e Ibrahimovic, no Estádio Sükrü Saracoglu. O gol do Fener foi marcado por Deivid.

Nas Oitavas de final, outra pedreira apareceria no caminho do Gigante Turco: o Sevilla, bicampeão da Copa da UEFA e, que encarava de igual para igual Real Madrid e Barcelona na Espanha. Nada, que, mais uma vez, o Fener não tenha conseguido ultrapassar. 

Mais uma vez o Fernerbahçe fez do o Estádio Sükrü Saracoglu o seu caldeirão, e derrotou em casa os Andaluzes por 3x2: Kezman, Diego Lugano e Semih Sentürk marcaram os gols turcos, com Edu Dracena contra e Escude descontando para o Sevilla.

Se meio caminho já tinha sido percorrido, porque não sonhar em ir mais longe? O adversário das Quartas de Final seria o Chelsea, um dos mais poderosos times da Europa. Na ida, mais uma vez o Estádio Sükrü Saracoglu viu uma atuação emblemática do Fener, liderado pela genialidade de Alex. Os Blues sairam na frente, com um gol contra de Deivid. Kazim-Richards, na segunda etapa, empatou a partida, e aos 80 minutos, o mesmo Deivid se redimiu e fez o gol da virada.

Na volta, um duro golpe: O Fenerbahçe acabou derrotado por 3x2, e no saldo qualificado, perdeu a vaga na Histórica semi-final. O Chelsea seguiria em frente, e só perderia a decisão nos pênaltis, para o Manchester United de Cristiano Ronaldo. Nada que apagasse o brilho da campanha Histórica, de um time que jamais seria esquecido por todo o amante do Futebol.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top