Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História

Copa dos Campeões 1959/1960 - Real Madrid

Copa dos Campeões 1959-1960: O Pentacampeonato do Real Madrid

Depois de vencer as quatro primeiras edições da Copa dos Campeões, o Real Madrid já havia escrito o seu nome na história. Mas ainda faltava o quinto título, aquele que coroaria de vez o time de Puskas e Di Stéfano.
O Real Madrid não teve problemas na primeira fase para eliminar o Jeunesse D'Esch, de Luxemburgo. Foram dois massacres: 7x0 na ida e 5x2 na volta. Nas quartas-de-Final, os merengues eliminaram o Nice, e encarariam na semi-final simplesmente o seu maior rival Histórico: o Barcelona. Foi a primeira vez que tivemos o El Clássico em uma semi-final de Liga dos Campeões, algo que aconteceria futuramente, em dose dupla, nos anos 2000.
O Barcelona havia eliminado o campeão Italiano Milan e o campeão Inglês Wolverhampton para chegar nesta fase. Os clássicos tiveram duas vitórias por 3 a 1 dos merengues, que chegaram assim em mais uma final, que seria a quinta consecutiva.

O adversário dos Blancos seria o Eintracht Frankfurt, que havia eliminado os Suíços do Young Boys com um 5 a 2 no agregado e o Wiener Sportclub  da Austria com um 3 X 1, também no agregado. Mas os alemães mostraram força mesmo foi na semi-final, quando despacharam o forte time do Rangers com uma goleada por 6x1 na Alemanha e outra de 6x3 na Escócia.
Era de se esperar um jogo difícil. O Eintracht Frankfurt era a primeira equipe alemã a chegar a final da Copa dos Campeões, era um time meio desconhecido para os jogadores merengues, mas despertava respeito, graças ao triunfo sobre o Reangers na fase anterior.

A Final aconteceu no Hampden Park, em Glasgow, na Escócia, e teve um público de mais de 150 mil pessoas .E os germânicos saíram na frente na final, com um gol de Kreß. Mas foi só um susto, O Real Madrid era bem superior, e ao fim do jogo, venceu por  7 a 3, com 4 gols de Puskás e 3 de Di Stéfano. Era a consagração de uma equipe que entrava para a história, como até hoje, a única pentacampeã consecutiva da História da Liga dos Campeões. Além disto, esta vitória do Real contra o Frankfurt foi a maior em diferença de gols da história das finais das competições continentais da Europa.




Aqui, a  ficha técnica do Jogo:

Final da Copa dos Campeões 1959/1960 - Real Madrid 7 x 3 Eintracht Frankfurt


Público: 135.000 espectadores


Árbitro:
John A. Mowatt (Escócia)


Gols:
Richard Kreß (18.) e Erwin Stein (72., 75.) para o Eintracht, Alfredo Di Stéfano (27., 30., 73.) e Ferenc Puskás (46., 56., 60., 71.) para o Real Madrid.

Local:
Hampden Park, Glasgow, Escócia, 18 de maio de 1960



«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top