Copa dos Campeões 1983-1984 : Liverpool Tetracampeão europeu

Copa dos Campeões 1983/84



A Copa dos Campeões 1983-1984, teve quatro de seus ex-campeões participando do torneio. Além do Hamburgo, que defendia seu título, Benfica, e os tricampeões Ajax e Liverpool estavam a disputa. Mas, a estrela dos Reds seria a que iria brilhar mais forte. Em 1984, o Liverpool voltaria a ser campeão da Copa dos Campeões, mostrando que mandava no Velho continente.


Na primeira fase, os Reds eliminaram o Odense, da Dinamarca, com uma vitória por 1 x 0 na Dinamarca, e uma goleada de 5 x 0 na Inglaterra. Na segunda  fase, o Liverpool encarou um adversário, no mínimo Forte: o poderoso Athletic Bilbao. A tarefa, que já era difícil, ficou ainda mais complicada, após o time não sair do 0 x 0 em casa com os Bascos. E, o pior: o Atletic Bilbao só havia perdido um de seus 31 jogos por competições europeias em casa.


Os mandantes  tiveram algumas chances no começo do jogo, mas acabaram desperdiçando. Até que aos 66 minutos, Ian Rush marcou de cabeça o gol da classificação do Liverpool, que já mostrava ter a cara de um time campeão.

Nas quartas de final o Liverpool eliminou o  Benfica, com mais tranquilidade: duas vitórias, 1 x 0 em Portugal e 4 x 1 na Inglaterra. Na semifinal outra pedreira: o Dínamo Bucaresti, da Romênia. Mas novamente, o Liverpool conseguiu vencer os dois jogos: 1 x 0 na Cortina de Ferro, e 2 x 1 em território Britânico. Assim, os Reds alcançavam mais uma vez a Final da Copa dos Campeões. Mas novas dificuldades apareceriam no Caminho do time: teria agora de enfrentar os donos da casa na Final, a fortíssima Roma, que contava com jogadores como Falcão, Cerezo, Bonetti, Pruzzo e Graziani. Um time forte, e muito difícil de bater ...

Di Bartolomei e Souness trocam flâmulas na final


O jogo foi tão equilibrado que terminou empatado em 1 x 1. Os reds abriram o placar aos 13 minutos, com um gol de Phil Neal. No final do primeiro tempo, a Roma empatou, com Pruzzo, aos 42. A Loba dominou o segundo tempo e boa parte a prorrogação, mas não teve contundência.


Após o 0 x 0 da prorrogação, O Liverpool venceu nos pênaltis por 4 X 2,  quando brilhou a estrela do goleiro Grobbelaar.



Vídeo da Final:




Ficha Técnica 

Final -  Copa dos Campeões 1983-1984 - Roma 1 (2) X (4) 1 Liverpool

File:Roma1984a.jpg



Local: Estádio Olimpico, Roma
Árbitro: Erik Fredriksson (Suécia)

Tecnologia do Blogger.