Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História

Champions League 2011/12 : Chelsea




O Chelsea tinha como seu Santo Graal a UEFA Champions League, desde que começou a receber investimentos milionários do Russo Romam Abramovic, contratar craques e ganhar títulos. O time bateu na trave várias vezes nos anos 2000, chegando várias vezes nas semi-finais, e até na final em 2008, quando só perdeu nos pênaltis para o Manchester United, após um escorregão de John Terry quando foi cobrar sua penalidade.


Se foi um português, José mourinho, o mentor da ascensão meteórica do clube londrino, foi um Português também quem começou a campanha do Chelsea como técnico na Temporada 2011/12: André Villas Boas. Os Londrinos até avançaram em primeiro lugar no Grupo E da Liga dos Campeões na temporada 2011/12, superando Bayer Leverkusen, Valência e os Belgas do Genk.


Contudo, Villas boas seria demitido em meio a disputa das oitavas de final, após derrota do Chelsea para o Napoli por 3 X 1 na Itália. Roberto Di Matteo assumiria o Chelsea, e conseguiria a reversão do placar em Londres. Os Blues venceram os Partenopeis por 3 X 1 no tempo normal, e com um gol de Branislav Ivanović na prorrogação, avançaram para as quartas de final, onde eliminaram o Benfica, vencendo por 1 X 0 em Portugal e 2 X 1 em Londres.


O grande momento da equipe, porém, ainda estava por vir. O Chelsea venceu o Barcelona em Stamford Bridge por 1 X 0, com gol de Didier Drogba. O Barça era o atual campeão, e considerado o melhor time da Europa. Contava com Lionel Messi, o melhor jogador do mundo, e a base da seleção da Espanha que havia sido campeã da Copa do Mundo de 2010 na África do Sul. O Chelsea precisaria sustentar a vantagem enfrentando esta equipe no Camp Nou, onde ela era mais forte ainda.


A coisa parecia que ia desmoronar, após o cartão vermelho de John Terry, aos 37 minutos de jogo. Gols de Sergio Busquets e Andrés Iniesta viraram o confronto para o Barcelona, ainda no primeiro tempo, mas Ramires descontou, recolocando os Blues em vantagem no saldo qualificado.


O que se veria no segundo tempo, seria um dos confrontos ataque versus defesa mais claros de todos os tempos. O Barcelona encurralaria o Chelsea em seu campo, mas os Blues, com uma aplicação tática fantástica, sustentariam o placar. Lionel Messi chegou a perder um pênalti para os Blaugranas, e Fernando Torres, marcaria no final da partida o gol de empate, dando a tranquilidade e a vaga na Final para a equipe inglesa.





O Adversário seria o Bayern, que havia eliminado o forte time do Real Madrid, campeão espanhol naquela temporada, e que contava Cristiano Ronaldo no elenco. Além disto, os alemães jogariam a final em seu estádio, a Allianz Arena.


O Bayern chegou a abrir o placar já no final do jogo, com um gols de Muller, mas levou o empate do Chelsea em gol de Drogba. O time alemão perdeu um pênalti com Robben na prorrogação e viu o goleiro do Chelsea Petr Cech virar herói nos pênaltis, ao defender as cobranças de Schweinsteiger e Olic, dando a primeira taça da Liga dos Campeões na história aos Blues.


Ficha Técnica:


Final - Liga dos Campeões da UEFA 2011-2012


Bayern de Munique 1 (3) X (4) 1 Chelsea

Escalações:

Bayern Munich vs Chelsea 2012-05-19

Local: Alianz Arena, Munique
Gols: Muller aos 83' e Drogba aos 89'
Árbitro: Pedro Proença (POR) 

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top