Champions League 2008-2009: Barcelona Campeão da Champions League




A Liga dos Campeões 2008-2009 seguiu com o domínio dos times da Premier League. Mais uma vez, três equipes inglesas chegaram nas semi-finais. Estiveram nesta etapa mais adiantada, Arsenal e Manchester United, que se enfrentaram em uma perna, e o Chelsea, que ficou do outro lado. Mas o Campeão não viria da Terra da rainha, e sim da Espanha: o Barcelona, que comandado por Pep Guardiola, encantaria o Mundo, com um toque de bola sensacional, liderado pela dupla Xavi e Iniesta, além de ter um jogador que começaria a entrar para o panteão de deuses do Futebol: Lionel Messi. Também não da para esquecer do eficiente Yaya Touré e do capitão Carles Puyol, entre outras peças importantes da equipe que conquistou o primeiro triplete da história do clube, pois também venceu nesta temporada a Liga Espanhola e a Copa do Rei.

O Barça foi líder na fase de grupos e eliminou nas oitavas de final o Lyon, com empate em 1 a 1 na França e vitória por 5 a 2 na Catalunha. Nas quarta de final, o Barcelona, com uma atuação mágica, aplicou um chocolate no Bayern de Munique, em uma goleada por 4 a 0 no Nou Camp, administrando o jogo da volta, e segurando o empate  em 1 a 1 em Munique. Este time redefiniu a idéia do “Futebol Total” aliando encanto e eficiência, como talvez nenhuma outra equipe fez em toda a história.

Nas semi-finais, o Barcelona empatou em 0 a 0 em casa com o Chelsea. Na volta, em Londres, os Blues saíram na frente com um golaço de Essien, num voleio sensacional de fora da área. O jogo foi um drama, com o Chelsea jogando fechado e o Barcelona pressionando. Nos contra-ataques, o Chelsea era muito perigoso, mas Valdes salvou várias vezes o Barça. Já nos acréscimos, Messi tocou fora da área para Iniesta. O mago espanhol deu um grande chute, acertando o ângulo do goleiro Petr Cech. Um golaço, que colocava o Barça na final, graças ao empate em 1 a 1 e o saldo qualificado.


Na final, no estádio Olímpico de Roma, na Itália, o Barça enfrentou o então atual Campeão, o Manchester United de Cristiano Ronaldo. Logo aos 10 minutos, o clube blaugrana abriu o placar, com um gol do Iluminado Samuel Eto'o. Mesmo com algumas chances para o United, foi o Barça quem ampliou: Messi, aos 70 minutos, marcou um golaço de cabeça, subindo mais que a zaga dos Red Devils. O Barcelona era assim tricampeão da Liga dos Campeões, e Messi começava a entrar para a História do Futebol, como um dos melhores de todos os tempos. Também há de se destacar a primorosa atuação de Xavi nesta final. Ele controlou a posse de bola para o Barça, sendo um verdadeiro maestro.


Vídeo da Final:




Ficha Técnica:

Escalações 
300px Barcelona vs Man Utd 2009 05 27.svg Barcelona Campeão da Champions League 2008/09
Barcelona : Valdes; Puyol, Touré, Pique e Sylvinho ; Busquets, Xavi, Iniesta; Messi, Eto’o e Henry.
Manchester United: Van der Sar, O’Shea, Ferdinand, Vidic e Evra; Anderson, Carrick e Giggs; Park, Cristiano Ronaldo e Rooney.
Gols: Eto’o aos 10 e Messi aos 70 minutos.
Árbitro: Massimo Busacca

Local: Estádio Olímpico de Roma

Tecnologia do Blogger.