Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História

Copa dos Campeões 1968-1969: Milan Bicampeão Europeu

No final dos anos de 1960, o Comunismo ganhava força no Leste Europeu, para a indignação da Europa Ocidental. Milhares de revoltas surgiam pelo continente, e a situação era tensa. Em resposta, e temendo pela segurança das equipes, a UEFA entrou em pânico, e retirou os representantes poloneses, Búlgaros e Húngaros da Copa dos Campeões. Com isto, os alemães Orientais e Sovéticos se retiraram do torneio, em protesto. O curioso, é que os times Romenos, Thecos e Iuguslavos continuaram participando.

A Copa dos Campeões 1968-1969 marcou também o Primeiro fracasso do Manchester City em grandes competições Européias. O time, que havia sido Campeão Inglês em cima do rival Manchester United, entrou na competição como um dos grandes favoritos, e era considerado um dos melhores times do planeta. Mas o time não saiu de um 0 X 0 com o Fenerbahçe em Manchester, e na Turquia foi eliminado, com uma derrota por 2 X 1. O Jogão desta primeira fase ficou por conta de Celtic x St. Etienne, com os Escoceses passando no sufoco. A zebra ficou por conta do Real Madrid, que foi eliminado pelo Austria Viena no saldo qualificado.

O Milan eliminou o Malmo na primeira fase, e ele e o Benfica passaram direto nas quartas de final, pois ficaram sem adversários após desclassificações e desistências no inicio do torneio. Trapattoni e Rivera eram os remanescentes do Título Rossonero de 1963, e formavam a base da equipe junto com novidades, como o zagueiro alemão Karl-Heinz Schnellinger e o trio de frente Kurt Hamrin, Angelo Sormani e Pierino Pratti.

E foi justamente Pierino Prati que marcou o gol da vitória do Milan em Glasgow, contra o Celtic, após um empate em 0 X 0 na Itália, garantindo assim, o time Rossonero nas semi-finais. Nesta fase, uma equipe já começava a mostrar as suas garras: o Ajax. O time eliminou o Benfica da competição.

O adversário do Milan nas semifinais foi o Manchester United, então atual Campeão Europeu. O Milan conseguiu derrotar os Red Devils em casa por 2 X 0, com gols de Angelo Sormani e Kurt Hamrin, e mesmo com revés de 1 X 0 em Manchester,  alcançou a final, onde enfrentaria o Ajax, que havia eliminado um time Theco nas semifinais: o Spartak Trnava. Os Holandeses venceram por 3 X 0 em Amsterdã, e no Leste Europeu, perderam por 2 X 0.

Na final, teríamos o encontro de dois dos maiores futebolistas da História: Gianni Rivera, talvez o maior jogador Italiano de todos os tempos, e Johan Cruyff, provavelmente o maior jogador Holandês, começando a sua brilhante carreira. O Ajax já era treinado por Rinus Michels, e já demonstrava elementos do futebol Total. Mas aquele time do Milan era muito bom. Se aproveitou da Juventude do Esquadrão Holandês e aplicou um 4 X 1. Se Rivera era a estrela, e o foi principalmente na primeira conquista Milanista, o cara da Final foi Pierino Pratti, que marcou um Tríplete.


O Milan era Bicampeão Europeu, mas o inconsolado time do Ajax, mal sabia que aquele vice-campeonato era apenas o começo de uma era que mudaria os rumos da Copa dos Campeões e do Futebol Mundial para todo o sempre.


Vídeo da Final:



Ficha Técnica :

Copa dos Campeões 1968-1969


Milan 4 X 1  Ajax
Local: Santiago Bernabeu, em Madrid
Gols: Vasović aos 60' (Ajax) ; Prati aos 7'aos 40' aos 75'
Sormani aos 67' Milan )
Árbitro:  José María Ortiz de Mendibil (Esp)

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top