Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História




Depois de sofrer uma virada incrível para o Manchester United na final da Champions League em 1999, levando dois gols já nos acréscimos, o Bayern de Munique ingressou na temporada 2000-2001 disposto a retornar ao topo da Europa, 25 anos depois da última conquista, em 1976.

Naquela época, a competição já contava com 32 participantes e formato bem parecido com o de hoje. Por curiosidade, os outros representantes alemães foram o Bayer Leverkusen e o Hamburgo. O Bayern de Munique caiu no mesmo grupo de Paris Saint Germain, Helsinborg e Rosenborg na primeira fase, e passou sem problemas, assim como o fez na segunda fase de grupos, onde dividiu a chave com Lyon, Spartak e Arsenal. 


Nas quartas de final, o Bayern conseguiu dar o troco e eliminar o Manchester United, vencendo na Alemanha por 2 a 1, e por 1 a 0 na Inglaterra. Nas semi-finais o adversário do Bayern foi o Real Madrid. Novamente com vitórias por 2 a 1 e 1 a 0, o gigante da Baviera alcançou a decisão, onde enfrentou o Valência, que havia eliminado o Leeds da Inglaterra nas semi-finais.



A final foi muito disputada, mas mesmo assim, o Bayern se sagrou campeão. Após um empate por 1 a 1 no tempo normal, com gols de pênalti de Effenberg para os alemães e Mendieta para os Epanhóis, o Gigante da Baviera bateu os Ches por 5 X4 nas penalidades. O goleiro Oliver Kahn foi o grande herói do título, ao defender a cobrança de Mauricio Pellegrino.



Champions League 200/01 Final

Bayern de Munique 1 (5) x (4) 1 Valência

Escalações:
Bayern de Munique

Oliver Kahn - Willy Sagnol (46′ Carsten Jancker), Samuel Kuffour, Patrik Andersson, Thomas Linke, Bixente Lizarazu - Mehmet Scholl (108′ Paulo Sérgio), Owen Hargreaves, Stefan Effenberg, Hasan Salihamidžić - Giovane Elber (100′ Alexander Zickler)

Técnico:  Ottmar Hitzfeld

Valencia


Santiago Cañizares - Jocelyn Angloma, Roberto Ayala (90′ Miroslav Đukić), Mauricio Pellegrino, Amedeo Carboni - Rubén Baraja, Gaizka Mendieta, Kily González, Juan Sánchez (66′ Zlatko Zahovič), Pablo Aimar (46′ David Albelda) - John Carew

Técnico: Héctor Cúper


Árbitro: Dick Jol

Local: San Siro, Milão, Itália.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top