Champions League 2006-2007: Milan Heptacampeão da Liga dos Campeões





A Final da Champions League 2006-2007 viu a vingança do Milan sobre o Liverpool,  seu algoz em 2005. Além disto, tivemos um show de Kaká no decorrer da competição.


Em 2006, o futebol italiano sofreu com um escândalo de apostas e armações de resultados, que ficou conhecido como Calciocaos. Alguns dos clubes mais importantes do país foram punidos, em especial a Juventus, que foi rebaixada para a Série B da bota. A punição para o Milan foi um pouco mais branda, mas o time teve que iniciar a Serie A com 8 pontos a menos e a Liga dos Campeões da UEFA ainda na fase preliminar. Nesta fase, o Milan encarou um rival de peso Histórico, mas que a algum tempo não tinha força. O Estrela Vermelha foi batido duas vezes, por 1 x 0 na ida, e 2 x 1 na volta. O Milan assim seguiu para a fase de grupos, ficando na chave H, ao lado de Lille, AEK Atenas e Anderlecht.

A estréia foi contra o time da Capital grega, e o Milan venceu em casa por 3 x 0, com gols de Inzaghi, Gourcuff e Kaká. Depois, empatou sem gols com o Lille, na França e na última rodada do primeiro turno, venceu o Anderlecht. No returno goleou por 4 x 1 o time belga em casa, com um Hat-Trick de Kakà e um tento de Gilardino. No returno, um susto, ou melhor dois: já relaxado, o time teve uma derrota por 1 x 0 para o AEK na Grécia  e outra, por 2 x 0 para o surpreendente Lille, em Milão. Nada que impedisse o avanço da equipe, que encararia o Celtic nas oitavas de final.


Na ida, empate sem gols em Glasgow. Na volta, Kaká, que jogou como atacante isolado, marcou o gol da vitória  e da classificação do Milan, que a partir das quartas de final começaria a mostrar a sua força de Campeão.


Apesar de empatar em casa em 2 x 2, com um forte time do Bayern de Munique que havia eliminado o Real Madrid, o Milan foi até a Allianz Arena e venceu por 2 x 0. Na ida, Pirlo e  Kaká marcaram os gols do Milan, enquanto o zagueirão Van Buyten havia marcado os gols do Bayern. Na volta, Seedorf e Inzaghi fizeram os gols da vitória do Rossonero.


Image


Na Semi-Final, o Milan encarou o Manchester United de Cristiano Ronaldo. No jogo de ida em Old Trafford, o United venceu por 3 x 2, com gols de Cristiano Ronaldo e Rooney (duas vezes), mas quem brilhou mesmo foi Kaká. Ele marcou os dois tentos do Milan, o segundo, um golaço, onde trombou com um marcador, deu um chapéu em Heinze, driblou outro zagueiro em velocidade e tocou para o fundo das redes de Van der Sar. Estes gols deixaram o Milan vivo.


Na volta, no San Siro, o Diávolo goleou os Red Devils por 3 x 0: Kaka, Seedorf e Gilardino marcaram os tentos que colocaram o Milan em mais um final de Liga dos Campeões, e novamente contra o Liverpool. Os Reds haviam eliminado Barcelona, PSV Eindhoven e Chelsea nas fases eliminatórias.
Image

A final, no Estádio Olímpico de Atenas, na Grécia foi extremamente equilibrada. As equipes mantinham as bases da inesquecível final de 2005, mas desta vez, o resultado foi diferente: o Iluminado Pippo Inzaghi marcou duas vezes, e mesmo com os Reds marcando o gol de honra no final da partida com Kuyt, e metendo muita pressão, não deu outra: o Milan foi heptacampeão Europeu.


Image




Ficha Técnica:




Milan 2x1 Liverpool



Milan:
Dida, Oddo, Nesta, Maldini, Jankulovski (Kaladze), Gattuso, Pirlo, Ambrosini, Seedorf (Favalli), Kaká, Inzaghi (Gilardino). Técnico: Carlo Ancelotti.


Liverpool:
Reina, Finnan (Arbeloa), Carragher, Agger, Riise, Pennant, Xabi Alonso, Mascherano (Crouch), Zenden (Kewell), Gerrard, Kuyt. Técnico: Rafael Benítez.


Local: Estádio Spyros Louis, Atenas, Grécia


Tecnologia do Blogger.