Últimas notícias

Últimas notícias

Champions League

Liga Europa

História

Champions League 1994/1995 : Ajax

Champions League 1993-1994: Ajax tetracampeão


Em Dezembro de 1993, a UEFA tomou uma decisão que mudaria a natureza da Liga dos Campeões completamente. Não mais os clubes campeões de todas as nações europeias a competir, mas só os vencedores dos 24 melhores países. Em cima disso, os campeões das sete principais Ligas Européias, junto com o atual campeão da Champions, estariam automaticamente garantidos na fase de grupos. O novo formato passaria a contar com quatro grupos de quatro equipes, com os dois primeiros de cada grupo passando para as quartas de final. Os campeões de Espanha, Inglaterra, Alemanha, Portugal, Bélgica, Holanda, Itália e Rússia foram automaticamente inseridos na fase de grupos, enquanto os campeões dos outros 16 países considerados elegíveis pelo coeficiente UEFA iniciaram a competição ainda na pré-eliminatória. Entre estes, estava o ex-campeão Steaua Bucareste.


O Futebol Holandês passou por um período meio amargo após da saída de Johan Cruyyf do Ajax até 1988, quando a seleção foi Campeã da Eurocopa e o PSV campeão da Copa dos Campeões. Mas o orgulho do Ajax ainda precisava novamente ser despertado à nível Internacional. E na Champions League 1994/95, o mundo novamente se encantou com um time do Ajax, como já havia acontecido no começo dos anos de 1970.


Em 1995 o Ajax encantou a Europa sob o comando de Louis van Gaal. Um time que jogava por música, e passou diversos jogos sem perder, marcando o meio da década para os apreciadores do bom futebol.

Logo em sua primeira temporada, van Gaal mostrou a sua extrema competência levando o Ajax à um título Europeu: a Copa da UEFA 1991/92, onde o time derrotou a forte equipe do Torino, do então centroavante Walter Casagrande. Este time formaria a base que faria história na temporada 1994-1995.

Entretanto, o primeiro grande feito foi o título da Eredivisie invicto, onde o time amassou até mesmo os adversários mais fortes, com atuações sensacionais: o 5 x 1 fora de casa no Feyenoord talvez tenha sido a maior prova da força desta equipe em nível doméstico. Mas a Holanda era pouco: era hora de vencer a Europa.


Mesmo com craques como Frank de Boer, Winter, Overmars, Litmanen, e Frank Rijkaard, mais excelentes jogadores, como os nigerianos Finidi e Kanu, o grande goleiro Van Der Sar e o centroavante Kluivert, o Ajax não ingressou na UEFA Champions League da temporada 1994-1995 como um dos favoritos.


A equipe caiu no Grupo D , junto com Milan (Itália), Casino Salzburg (Áustria) e AEK Atenas (Grécia). O time se classificou sem grandes problemas: ganhando os dois jogos do Milan por 2 x 0, empatando duas vezes com os austríacos, em 0 x 0 fora e em 1 x 1 na Holanda, e vencendo o AEK na Grécia por 2 x 1 e na Holanda por 2 x 0. Terminou assim a fase de grupos na liderança de sua chave, e invicto.


Nas quartas de final, o Ajax empatou o seu primeiro jogo sem gols com o Hajduk Split, da Croácia, mas com um 3×0 na Holanda, avançou de fase. Na semifinal, passou pelo Bayern, e logo depois ainda superou o Milan na grande final, levando assim o clube ao tetracampeonato da Champions. 


Final da Champions League 1994/1995 - Ajax 1 x 0 Milan


Escalações:

Ajax: 
Van der Sar, Reiziger, Blind, Rijkaard, F. de Boer, Seedorf (Kanu), F. George, Davids, R. de Boer, Litmanen (Kluivert) e Overmars. Técnico: Louis van Gaal

Milan:
 Rossi, Panucci, Maldini, Albertini, Costacurta, Baresi, Donadoni, Desailly, Massaro (Eranio), Boban (Lentini) e Simone. Técnico: Fabio Capello

Local: 
Estádio Ernst Happel, Viena, Áustria.

Gol: Kluivert aos 85 minutos.

Artilheiro desta edição:
 George Weah (Paris Saint-Germain) – 7 gols


«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Post a Comment


Top